21.4 C
São Paulo
domingo, 3 mar, 2024
Portal Big ABC by Juliana Bontorim
Santo André

EMEA de Santo André ganha sala pedagógica sobre a África

Novo espaço da Escola Municipal de Educação Ambiental (EMEA) destaca a diversidade ambiental, identidade e ludicidade do continente africano para professores e alunos da rede municipal

A Escola Municipal de Educação Ambiental (Emea) Parque Tangará, em Santo André, inaugurou nesta quinta-feira (19) uma sala pedagógica sobre a África. O espaço tem o objetivo de valorizar a diversidade de povos e apresentar aspectos naturais (fauna e flora), linguagem e música, além de oferecer jogos tradicionais, contação de história e instrumentos musicais da cultura afro-brasileira.

“Esta sala traz uma importante temática e concretiza uma parte do movimento que temos realizado, inclusive na formação de nossos profissionais da Educação. Nosso objetivo é promover cada vez mais iniciativas didáticas e pedagógicas em nossa rede para debater temáticas importantes”, destacou o secretário de Educação, Almir Cicote, acompanhado de autoridades, entre elas o vice-prefeito Luiz Zacarias, que prestigiou o evento.

Edilene Vieira Fazza, gerente da Emea, explicou mais sobre a sala África. “Este espaço não é estático, pois esta sala estará em processo de construção e contribuição por parte de todos. O ambiente foi pensado para que nossos pequenos andreenses aprendam mais sobre a cultura afro-brasileira e africana. Parabéns a toda nossa equipe, sempre comprometida e envolvida em nossos projetos, além dos grupos, professores e demais pessoas que contribuíram na construção dessa sala”.

No decorrer do evento inaugural, alunos e visitantes ainda participaram de uma contação de histórias, além de apresentações musicais.

Sala África – O novo espaço expositivo, para o desenvolvimento de roteiros didáticos na Emea Parque Tangará, conta com diversos ambientes que exploram e aguçam a curiosidade dos visitantes.

As atrações da sala África são apresentadas através de totens sobre seis países africanos que também abordam a língua portuguesa, com destaque para características da cultura local, como pratos típicos, brincadeiras e curiosidades de origem africana.

Luiz, de 11 anos, que é aluno da Emeief Janusz Korczak, se impressionou com as curiosidades destacadas. “São 54 países e mais de dois mil idiomas. É muita coisa”, comentou o estudante, ao se atentar às informações do painel Raio-X África, que apresenta características gerais do continente africano.

O espaço traz ainda representação de alimentos e demais costumes presentes no cotidiano com origem africana, por meio de um caça palavras e demais painéis.

A riqueza da biodiversidade da fauna e flora africanas também são destaque, além do foco na preservação ambiental que se estende às técnicas agrícolas e outros métodos de cultivo.

Maria Clara, de 11 anos, aprovou o novo ambiente da Emea e confessou ter se encantado com o espaço da savana. “Reconheci muitos dos animais que estão expostos aqui. Adorei”.

Para ambientar ainda mais o local, embaixo de um baobá cenográfico, estão diversos livros voltados para o público infantil ressaltando a importância dos contos, orais e escritos, de origem africana e afro-brasileira.

O poder da música permeia toda a exposição, convidando os visitantes a manusear os instrumentos e desvendar os sons que cada um é capaz de criar. A proposta do espaço também valoriza a estética, que é apresentada por meio das capulanas, que são tecidos africanos com estampas repletas de significado e transcendem o mero aspecto visual.

“Para onde a gente olha tem alguma informação ou alguma imagem que chama a atenção. Gostei muito”, elogiou Nicolas, de 10 anos, também aluno da Emeief Janusz Korczak.

Serviço – A Emea Parque Tangará – Parque Escola fica na Rua Anacleto Popote, 46, na Vila Valparaíso. O espaço tem como objetivo sensibilizar crianças, professores, diretores e funcionários da rede municipal para questões ambientais e de ciências naturais, estimulando a participação dos conselhos de escola, dos pais e da comunidade, unindo educação e preservação ambiental com aulas e oficinas temáticas.

No portal da escola também é possível ter acesso a materiais pedagógicos, além das edições da Emea em Revista e cursos oferecidos à comunidade.

Mais informações sobre as atividades da Ema podem ser obtidas pelo número 4433-9050.

Da Redação
Fotos: Helber Aggio/PSA

Confira mais notícias em Portal Big ABC 

Artigos Relacionados

Projeto “Boate Azul” chega à região em jantar-show

Juliana Bontorim

Santo André inicia programação de atividades do Novembro Azul

Juliana Bontorim

W3G promove caminhada de conscientização no Parque Central

Juliana Bontorim
Carregando....

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Saiba Mais

Política de Privacidade & Cookies
error