20.5 C
São Paulo
sexta-feira, 24 maio, 2024
Portal Big ABC by Juliana Bontorim
Big ABC Colunista Gabriela Freitas Esportes Principal

Piloto do Grande ABC conquista campeonato amador tradicional do Brasil

“É uma sensação inexplicável”, define o piloto amador de automobilismo Otávio Ferreira Carmacio. Piloto há 11 anos e morador de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, conquistou, em conjunto com a equipe OTO composta pelos amigos George Lisi, Ricardo Sávio, Ricardo Parente, Rafael Kasai e Maurício Arias, o primeiro lugar em uma das provas mais tradicionais da categoria 2.0 no Brasil, o 1000 milhas.

Ao todo, 30 carros participaram da competição que teve duração de 10 horas. Calor, chuva, paradas para abastecer compuseram a adrenalina nas pistas, e a equipe liderada por Otávio venceu com diferença de um minuto e meio à frente do segundo colocado. O celta 17 após 248 voltas e 1074 quilômetros percorridos trouxe felicidade a todos os integrantes do grupo. “Foi uma aventura sem tamanho. Ainda mais para nossa equipe que é feita de pilotos e nós mesmos fazemos a manutenção e abastecimento dos carros, bem raiz mesmo”, afirma Otávio.

A história do piloto são-bernardense

A paixão mantida há tanto tempo surgiu da convivência na oficina do pai Laerte Camarcio, o sócio do estabelecimento atuava com carros de corrida e despertou o interesse de Otávio pelas pistas. “A velocidade me proporciona uma sensação de liberdade”, afirma.

Hoje, o automobilismo também se tornou um escape para os problemas do dia a dia, aliás um hobby emocionante, segundo ele. “Nosso grupo é unido por muita diversão. Montar carros ou estar nas pistas é animador”, comenta.

As participações em eventos menores, como “trackdays” que ocorriam nas ruas, até os mais complexos, como o 1000 milhas, deu-se pela persistência e vontade de Otávio em fazer o esporte que admira. “Nunca fiz escola de pilotagem. Aprendi na raça e com simuladores”, diz.

As primeiras competições em que participou traziam uma responsabilidade a mais ao piloto, o carro em que competia era o mesmo que usava diariamente, um corsa 1.8. “As pessoas começaram a me procurar para saber se eu montava carros no mesmo estilo, porque eu não podia quebrar o meu e, em quase todos os eventos, eu tinha usado meu carro o dia inteiro”, lembra.

Apesar da adrenalina que toma conta durante as competições, Otávio se considera uma pessoa calma nos instantes que antecedem o início de uma prova. “Cada etapa de corridas, ainda mais as de longa duração, é o que me move a continuar nas pistas”, declara.

A “veloz” união

Com oito carros e muitas histórias, a equipe OTO vai ganhando cena e participa todos os anos de competições do universo do automobilismo. “Hoje o acesso às provas não é difícil, mas temos que cumprir regras para segurança e participação. Agora nosso foco serão os dois veículos que estiveram por último nas pistas, corrigir os erros e participar dos 500 quilômetros deste ano e estar de volta, em breve, para 1000 milhas “, evidencia.

Para 2021, o objetivo do grupo é continuar a competir, manter os treinos mensais e os encontros semanais as terças-feiras na casa de Otavio, onde os carros são montados. “Vamos em busca de novos triunfos”, finaliza Carmacio.

Artigos Relacionados

Bullguer inaugura primeira unidade na região do ABC

Juliana Bontorim

ONG Amigas de Ribeirão Pires realizará o Divas Day com apoio da prefeitura

Juliana Bontorim

Que tal respirar ar puro em meio à cidade?

Juliana Bontorim
Carregando....

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Saiba Mais

Política de Privacidade & Cookies
error