14.6 C
São Paulo
sábado, 13 jul, 2024
Portal Big ABC by Juliana Bontorim
Big ABC Principal São Caetano do Sul

População regional ganhará Hospital Universitário

O prefeito de São Caetano do Sul, Tite Campanella, assinou, na quinta-feira (7/10), o termo de cessão de uso do Hospital São Caetano para a USCS (Universidade Municipal de São Caetano do Sul). Esta é uma importante etapa na transformação do equipamento em Hospital Universitário, que poderá possibilitar a volta do funcionamento 24h, atendendo pacientes do SUS e também de convênios particulares.

“O Hospital São Caetano marca o início da história de São Caetano. Esse era o único hospital da cidade até que em 1997 Auricchio se tornou diretor clínico do Hospital Márcia Braido, diretor de Saúde, secretário e prefeito, sempre ao lado da médica Regina Maura. Juntos, eles trabalharam para termos a qualidade de Saúde que São Caetano conhece. Foram 24 anos, trabalhando para conquistarmos todos os serviços e qualidade no setor: 38 equipamentos de Saúde, sendo cinco hospitais”, afirmou o prefeito.

O secretário de Saúde, Danilo Sigolo, que nasceu no Hospital São Caetano, também comemorou a parceria. “O Hospital Universitário fortalece nossa parceria com a USCS, que já faz atendimento em diversas especialidades no Centro Ambulatorial Universitário e no Centro de Atenção à Saúde Materno Infantil”, destacou.

O Hospital

Sob a administração da USCS, o Hospital servirá para o desenvolvimento de tecnologias e de atividades técnico-científicas, em especial de estágios, internato e residência médica de todos os cursos de Saúde da USCS, pelos próximos 20 anos.

“A USCS completou em agosto 53 anos. No meio da pandemia nossa relação se estreitou com várias parcerias, como os testes das vacinas. Tenho certeza que nossa Universidade terá uma das maiores e melhores escolas de Saúde do País, sempre priorizando três pilares: educação, ciência e SUS”, afirmou o reitor da Universidade, Leandro Prearo.

Haverá a manutenção do Centro de Pesquisa Clínica, coordenado pelo professor Fabio Leal, que atualmente está testando três vacinas: duas contra a covid-19 (CoronaVac e Janssen) e a nova tetravalente contra a gripe (Instituto Butantan).

No local, também já funcionam, em dois andares, o CAU-USCS (Centro Ambulatorial Universitário) e o CASMI (Centro de Atenção à Saúde Materno Infantil), ambulatórios onde os docentes da Universidade prestam atendimento junto com os alunos do curso em 20 especialidades, serviços que devem ampliar bastante o número de atendimentos.

As especialidades são: Cardiologia, Cirurgia Vascular, Clínica Médica, Dermatologia, Endocrinologia, Gastroenterologia, Geriatria, Ginecologia Obstetrícia, Hematologia, Infectologia, Nefrologia, Neurologia, Oncologia, Ortopedia, Pneumologia, Psiquiatria, Reumatologia, Urologia
e Oftalmologia.

Para o funcionamento pleno como Hospital Universitário, ainda será construído um laboratório, entre outras estruturas e adaptações no prédio.

São Caetano chegou a fechar as portas, em 2010, por causa de dívida milionária da Sociedade Beneficente Hospitalar São Caetano, entidade privada. Em acordo judicial com a antiga administradora do prédio, a Prefeitura conquistou, em 2019, o direito de o município permanecer como depositário do imóvel, que foi usado para abrigar os atendimentos ambulatoriais de cinco Unidades de Saúde, que passaram por reformas. Em 2020 e em 2021, o Hospital São Caetano funcionou como Hospital de Campanha, atendendo pacientes com covid-19.

 

 

Texto: Prefeitura de São Caetano do Sul

Foto: Letícia Teixeira / PMSCS

 

 

Acompanhe mais notícias, aqui!

Artigos Relacionados

Mostra de arte traz acessibilidade e inclusão para pessoas com deficiência

Juliana Bontorim

Espaço oncológico regional recebe investimento para melhorias

Juliana Bontorim

Casa de stand-up comedy celebra aniversário com programação exclusiva

Juliana Bontorim
Carregando....

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Saiba Mais

Política de Privacidade & Cookies
error