23.4 C
São Paulo
quarta-feira, 28 fev, 2024
Portal Big ABC by Juliana Bontorim
Principal

Referência nacional, São Caetano investe em estrutura para mesa-tenistas comunitários e de alto rendimento

O tênis de mesa de São Caetano do Sul é uma das maiores referências do Brasil, e os atletas podem usufruir de um novo centro de treinamento. Agora, os mesa-tenistas treinam no CER (Centro Esportivo Recreativo) Bochófilo São José, localizado na rua Rio Grande do Sul, no Bairro Santo Antônio.

A equipe sul-caetanense levou oito dos 10 representantes da modalidade nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2021, incluindo Hugo Calderano, número 5 do ranking individual masculino da ITTF (Federação Internacional de Tênis de Mesa) e Bruna Takahashi, número 37 do mundo na categoria individual feminina.

Bruna, inclusive, relembrou seu início na cidade. “Comecei a treinar em São Caetano, aos 10 anos, sempre com uma estrutura muito boa. Em nosso novo centro de treinamento, a iluminação está melhor, o espaço está maior, o treino fica mais fluido e a gente pode focar mais.” A atleta visa a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Santiago, no Chile, em outubro, e pretende trazer mais pessoas para praticar o tênis de mesa. “É um esporte muito simples, então a minha missão é popularizá-lo cada vez mais”, comentou Bruna.

O cubano naturalizado brasileiro, Francisco Arado, o Paco, treinador de São Caetano e da Seleção Brasileira, desde 2004, ressaltou a importância da cidade para o esporte, onde também representou como jogador entre 1997 e 2000. “Colaboramos para que o Brasil tenha o melhor nível de tênis de mesa da história. Não sonhávamos em ter atletas tão bem colocados no ranking, quanto a Bruna e o Hugo, mas é fruto do nosso trabalho e da estrutura que São Caetano nos deu. Por aqui, passaram alguns dos melhores jogadores do tênis de mesa brasileiro.”

PEC
O treinador Nelson Kusuoka, o Kazu, fez questão de falar sobre o PEC (Programa Esportivo Comunitário), que vem formando atletas na cidade. “Temos quase 150 alunos praticando a modalidade pelo programa. Falar de tênis de mesa de São Caetano do Sul é sinônimo de um dos melhores do Brasil. Conseguimos massificar o esporte aqui.”

Uma das atletas que entraram pelo PEC é Laura Yumi Sasaki (11 anos). “Comecei em São Caetano com o Kazu, gostei e quis treinar todos os dias. Aprendi a base pelo programa e agora que estou no alto rendimento, evoluo meu desempenho junto com pessoas mais fortes que eu”, comentou Laura.

 

“O tênis de mesa é muito importante para São Caetano e vem crescendo cada vez mais. Com um novo local, ficou melhor ainda. Crianças que começaram com a gente não só partem para a equipe principal, mas algumas também integram as seleções brasileiras. Esse é um legado muito importante que deixamos à população da cidade”, disse o secretário da SELJ (Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude), Mauro Chekin.

Leonardo Kaique (Estagiário, com supervisão Bignardi Junior)
Fotos: Letícia Teixeira / PMSCS
Subsecom – Prefeitura de São Caetano do Sul

Artigos Relacionados

Rede de bolos inspira-se em clássica sobremesa francesa para lançamento de novo sabor

Juliana Bontorim

Editoras integram 1ª Feira Literária de Ribeirão Pires

Juliana Bontorim

Pessoas com deficiência ‘surfam’ onda inclusiva no Litoral Sul de São Paulo

Juliana Bontorim
Carregando....

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Saiba Mais

Política de Privacidade & Cookies
error