23.4 C
São Paulo
quarta-feira, 28 fev, 2024
Portal Big ABC by Juliana Bontorim
Big ABC Principal Santo André

Santo André recebe drive-thru para descarte de eletroeletrônicos, pilhas e lâmpadas fluorescentes

Descarte de eletroeletrônicos, pilhas e lâmpadas fluorescentes terá ponto de coleta especial

Nos dias 25 e 26 de novembro (sexta e sábado), Santo André recebe terá um ponto de coleta especial para descarte de resíduos eletrônicos, pilhas e lâmpadas fluorescentes. Ação promovida desde 2020 pelo Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) em parceria com a Green Eletron, entidade gestora sem fins lucrativos de logística reversa de equipamentos eletroeletrônicos e pilhas, e a Reciclus, responsável pela reciclagem das lâmpadas. Em três drive-thrus na cidade, foi possível coletar e reciclar mais de 12 toneladas desses itens.
Nos dias, a população poderá descartar eletroeletrônicos de uso doméstico de todos os portes que já não possuem mais utilidade, como computadores, impressoras, geladeira, fogões, telefones, carregadores, pilhas gastas e eletrodomésticos. A entrega será feita sem sair do carro, em formato drive-thru. O ponto de coleta será instalado na baia de táxis do Paço Municipal de Santo André (Avenida Portugal, em frente à sede da OAB), das 9h às 16h.
Segundo um relatório da Universidade das Nações Unidas, o Brasil descartou apenas em 2019 mais de 2 milhões de toneladas de resíduos eletrônicos, sendo que menos de 3% disso foi reciclado. A ação tem o intuito de sensibilizar a população sobre a importância e a necessidade da destinação correta deste tipo de resíduo.
Além disso, é possível promover o descarte de eletroeletrônicos e demais itens nos coletores permanentes da Green Eletron e Reciclus (as localizações dos pontos podem ser encontradas nos sites das entidades). Os resíduos eletroeletrônicos também podem ser entregues em todas as Estações de Coleta do Semasa.
Reciclagem de REEE – O lixo eletrônico, REEE ou e-lixo, é um dos desafios da gestão de resíduos em todo o planeta. Além de sobrecarregar os aterros sanitários, os componentes químicos são prejudiciais ao meio ambiente caso sejam descartados e manuseados de forma incorreta, com potencial de contaminação do solo e de cursos d’água. Também representam um grande desperdício, já que, quando reciclados, eles podem ser convertidos em matéria-prima para diferentes indústrias. Insumos são recursos limitados na natureza e o descarte correto permite o seu reaproveitamento e a diminuição das emissões de CO2.
Para dar visibilidade ao assunto e mostrar à população a importância da reciclagem destes materiais, a Green Eletron lançou o movimento ‘Eletrônico Não é Lixo’. No site Eletrônico Não É Lixo é possível ter acesso a informações e dados sobre a geração destes resíduos e também baixar o e-book que contém um guia completo sobre a reciclagem do lixo eletrônico.

Da Redação.
Foto: Divulgação/Semasa

Artigos Relacionados

Marca de vestidos de festa do Grande ABC apresenta nova coleção para debutantes

Juliana Bontorim

Campanha ‘Alimente esse Sonho’ arrecada108 mil reais para APAE Santo André

Juliana Bontorim

Cidade realiza vacinação volante contra Covid-19 em shoppings e supermercados

Juliana Bontorim
Carregando....

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Saiba Mais

Política de Privacidade & Cookies
error