20.7 C
São Paulo
sexta-feira, 12 abr, 2024
Portal Big ABC by Juliana Bontorim
Big ABC Principal

Profissionais da educação básica entram no calendário de vacinação das cidades do ABC

Profissionais da educação básica que atuam em Santo André e têm mais de 47 anos de idade começarão a ser vacinados na próxima segunda-feira (12) contra a Covid-19. É importante ficar atento porque será necessário cumprir duas etapas, de cadastro e agendamento, antes de receber a vacina.

Serão imunizados professores da educação básica, merendeiras, auxiliares de serviços gerais, faxineiras, secretários, diretores, vice-diretores, coordenadores, professores coordenadores pedagógicos e cuidadores. Os profissionais podem atuar em escolas municipais, estaduais ou particulares da cidade de Santo André.

Como se vacinar?

O primeiro passo é fazer cadastro no site do Vacina Já, do Governo do Estado, no endereço https://vacinaja.sp.gov.br/educacao. O cadastro passará por um processo de análise, definido pela Secretaria de Educação do Estado de São Paulo, e se validado, o profissional receberá em seu e-mail o Comprovante Vacina Já Educação.

Este documento garante a elegibilidade para a vacinação e terá um QR Code para verificação de autenticidade. O envio do comprovante não é automático e será realizado nos dias seguintes ao cadastro.

Ao receber o comprovante do Vacina Já por e-mail o profissional da educação deverá cumprir a segunda etapa do processo, que é agendar a imunização no site psa.santoandre.br/vacinacovid. O sistema mostrará local, data e horários disponíveis para a aplicação da vacina.

O profissional só deve fazer o agendamento no site da Prefeitura depois que receber por e-mail o QR Code do site Vacina Já.

As vacinas

Os imunizantes que serão aplicados fazem parte de novo lote de 18.680 doses da Coronavac, produzidas pelo Instituto Butantan, que chegaram a Santo André nesta quinta-feira (8). Deste total, 5.370 doses serão destinadas aos profissionais da educação básica.

“A chegada de mais de 18 mil doses de vacina nos permite um importante avanço na imunização da nossa gente. Vamos iniciar a vacinação dos profissionais de Educação que atuam na cidade, com idade acima de 47 anos. Doses de esperança na proteção dos andreenses para que possamos retomar atividades presenciais de forma segura. Vamos continuar buscando mais doses do imunizante”, afirmou o prefeito Paulo Serra.

A vacinação ocorrerá a partir da próxima segunda-feira, das 8h às 17h, em formato drive-thru, na Craisa (acesso pelo portão 5, na rua Varsóvia – Santa Teresinha), no Estádio Bruno Daniel (Rua 24 de Maio – Vila América) e no Grand Plaza Shopping (avenida Industrial, 600, acesso pelo portão do Centro Empresarial).

Procedimentos necessários

No ponto de vacinação é obrigatório apresentar o e-mail enviado pelo Estado com a aprovação do cadastro, documento de identidade e CPF. Pacientes que estejam passando por tratamento oncológico devem levar, além dos documentos pessoais, uma carta de liberação médica.

“A notícia de que os profissionais da Educação serão imunizados nos trouxe muita satisfação e mais tranquilidade. São trabalhadores de um serviço essencial que precisa ser valorizado. Contemplar este público com a vacinação é um reconhecimento a esse profissional que tanto trabalha pela nossa população”, afirmou a secretária de Educação, Cleide Bochixio.

Para esclarecer dúvidas e obter outras informações sobre o agendamento, além do portal da Prefeitura de Santo André, há também o telefone 0800-4848004. Para dúvidas relacionadas ao cadastro o telefone é o 0800 77 000 12.

Solidariedade

Os drive-thrus de vacinação da cidade estão recebendo 1 kg de alimento não perecível como doação. A contribuição não é obrigatória, mas pode fazer diferença na vida de andreenses que passam por necessidade neste momento de crise.

A iniciativa é do Fundo Social de Solidariedade, presidido voluntariamente pela primeira-dama Ana Carolina Barreto Serra. As doações irão para o Banco de Alimentos, que fará a entrega para as famílias de maior vulnerabilidade social da cidade. Os itens serão doados para mais de 110 entidades cadastradas no município.

Texto: Rafaela Mazarin

Fotos: Alex Cavanha e Helber Aggio

São Bernardo do Campo

Aplicação das doses será feita no Ginásio Poliesportivo Adib Moysés Dib mediante cadastro estadual e agendamento prévio obrigatórios

A Prefeitura de São Bernardo antecipou o início da imunização dos profissionais da Educação contra o Coronavírus para sábado (10/04). A aplicação das doses deste público será realizada no Ginásio Poliesportivo Adib Moysés Dib (Avenida Kennedy, 1.115, Parque Anchieta), das 8h às 12h e das 13h às 17h. Para receber a vacina, além de cadastro e aprovação estadual por meio do Vacina Já Educação (www.vacinaja.sp.gov.br/educacao), é necessário agendamento obrigatório no site da Prefeitura (www.saobernardo.sp.gov.br/web/coronavirus).

Conforme o cronograma estadual, esta fase de imunização contemplará profissionais com idade a partir de 47 anos que atuam direta e cotidianamente nas escolas da Educação Básica públicas (federais, estaduais e municipais) e privadas. O público-alvo é composto por professores, merendeiras, auxiliares de serviços gerais e faxineiras, secretários de escola, diretores e vice-diretores, coordenadores pedagógicos, supervisores de ensino e cuidadores.

Conforme explica o prefeito Orlando Morando, São Bernardo mantém política de não estocar vacinas, aplicando os imunizantes assim que são recebidos do Governo do Estado e Governo Federal. “Recebemos, na quinta-feira (08/04), lote com 19.140 doses da Coronavac, vacina produzida pelo Instituto Butantã em parceria com o laboratório chinês Sinovac. Destas, 6.100 doses são destinadas aos profissionais da Educação. Imediatamente após o recebimento, já organizamos o processo de cadastramento para dar sequência à vacinação deste público. Este é mais um importante avanço no combate à Covid-19 e o primeiro passo para o retorno das aulas presenciais”, diz.

SOLIDARIEDADE – Todos os postos de vacinação avançados de São Bernardo também são pontos de arrecadação de alimentos não perecíveis, das 8h às 12h e das 13h às 17h. Trata-se do projeto Vacina Contra a Fome, realizado em parceria pelo Governo do Estado e Prefeitura por meio do Fundo de Social de Solidariedade (FSS). A ação convida as pessoas aptas a se vacinar contra a Covid-19 a doar um quilo de alimento não perecível.

Texto: Natália Fernandes
Foto: Ricardo Cassin/PMSBC

 

São Caetano do Sul

Os profissionais que atuam no setor de Educação com idade igual ou superior a 47 anos começarão a ser vacinados nesta segunda-feira (12/4) em São Caetano do Sul. Para receber a vacina, devem fazer inicialmente um cadastro no site VacinaJá, do Governo do Estado (https://vacinaja.educacao.sp.gov.br/). Depois do pré-agendamento no VacinaJá, deve ser feito o agendamento no site coronavirus.saocaetanodosul.sp.gov.br. Ambos os cadastros são obrigatórios. O agendamento no site da Prefeitura será aberto neste sábado (10/4).

O processo de pré-agendamento no site VacinaJá tem três etapas: primeiro, o profissional deverá entrar no site e informar seu nome completo, número do CPF e e-mail para contato. Em seguida, receberá por email um link que ele deverá clicar para validar e dar continuidade ao cadastro. O envio do link ocorre em poucos minutos; quem não recebê-lo deve checar se o email não foi parar na caixa de spam. O passo seguinte, após a análise dos dados, é o envio do comprovante VacinaJá Educação, que deverá ser apresentado (impresso ou QRCode pelo celular) juntamente com RG e CPF no momento da vacinação.

Poderão ser vacinados em São Caetano profissionais da Educação (do Infantil ao Médio, das redes pública e privada) que trabalhem na cidade. A vacinação ocorrerá no Estádio Municipal Anacleto Campanella, de 12 a 13/4, das 8h às 14h, em sistema Drive-Thru, e também com área para atendimento de pedestres. No agendamento da Prefeitura, pelo site coronavirus.saocaetanodosul.sp.gov.br, o profissional deverá escolher dia e horário.

Texto: Suzel Tunes

Foto: Divulgação/PMSCS

Ribeirão Pires

Teve início nesta segunda-feira, dia 12, a imunização contra o coronavírus dos profissionais da Educação que trabalham em Ribeirão Pires. As secretarias de Saúde e de Educação somaram esforços para organizar o esquema de vacinação, que acontecerá até esta terça-feira, dia 13, na E.M. Eng. Carlos Rohm. Nesta primeira etapa, serão imunizados 1.150 trabalhadores com mais de 47 anos que atuam em escolas municipais, estaduais e particulares.

A primeira profissional da Educação vacinada em Ribeirão Pires foi a professora Aurea Rosa dos Santos, 65 anos, da Escola Municipal Herbert José de Souza. “Estou muito emocionada e sentindo esperança de poder voltar à ‘normalidade’. Nosso objetivo é voltar para a escola e ter contato com as crianças. Isso não tem preço”, disse.

Edi Mari Alves da Silva, 58 anos, que integra a equipe de limpeza do Colégio Toth, chegou bem cedo para a vacinação dos profissionais da Educação. “A vacina é uma esperança. Cada aluno é tratado como se fosse nossos filhos, com muito amor e carinho. Estamos sentindo muita saudade deles. Não é só a questão da saúde, a gente pensa em cada um. Esse é um momento que muitos de nós brasileiros estamos esperando e é um direito dos cidadãos. A oportunidade veio no momento certo e com as pessoas certas”, afirmou.

A imunização

A coordenadora da Escola Municipal Palmira Antonio Pereira, Elza Regina Ferencile da Silva, 61 anos, recebeu a notícia da vacinação com grande alegria. “Vim de dois anos pra cá em processo de recuperação de um acidente e de uma doença autoimune”, explicou Elza, que fez série de exames até o médico liberar a imunização. “A gente precisa começar a voltar ao normal logo. Acho que agora as coisas vão começar a andar um pouquinho melhor. Vamos ter mais de confiança”, comemorou.

“Esse é o primeiro passo para que a gente possa, de fato, planejar a retomada gradativa segura das atividades presenciais nas escolas. Agradeço às equipes da Saúde, em nome do secretário Dr. Audrei, pelo carinho com a imunização dos profissionais das escolas. E agradeço também às equipes da Secretaria de Educação que deram todo o suporte necessário”, declarou a secretária de Educação de Ribeirão Pires, Rosi Ribeiro de Marco.

Texto: Assessoria de Imprensa – Secretaria de Educação – Prefeitura de Ribeirão Pires

Foto: Divulgação

 

Artigos Relacionados

Secretaria de Cultura recebe inscrições para oficina exclusiva à mulheres na fotografia

Juliana Bontorim

Colégio andreense se despede da ex-diretora Lydia Calil

Juliana Bontorim

Investimentos: Empresário de estúdio de tatuagem expande negócios

Juliana Bontorim
Carregando....

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Saiba Mais

Política de Privacidade & Cookies
error