27.8 C
São Paulo
quarta-feira, 17 abr, 2024
Portal Big ABC by Juliana Bontorim
Big ABC Informações Principal

Plataforma de acesso ao ensino superior antecipa bolsas de estudo mais vantajosas

#cheers #hellofolks

Período de matrícula para o primeiro semestre de 2020 tem início com mais de 289 mil bolsas de estudo no estado de São Paulo, segundo levantamento do Quero Bolsa

As instituições de ensino superior privadas iniciam seu período de matrículas. Com a crescente oferta de vagas registradas no país pelo Censo da Educação Superior, as instituições ampliaram também a oferta de bolsas de estudo. Portanto o Quero Bolsa já registra mais de 289 mil oportunidades em cursos de graduação e pós-graduação nas modalidades presencial e a distância no estado de São Paulo em 121 faculdades. Na região metropolitana do ABCD paulista (Santo André, São Bernardo, São Caetano e Diadema), são 13 mil bolsas em 19 instituições de ensino.

“Estamos no início do período de matrícula antecipada e as faculdades conhecem o desafio de preencher suas vagas. Com um cenário de restrição de financiamento estudantil e queda de renda, elas ampliam a oferta de bolsas de estudo e antecipam para o início do período de matrículas os descontos mais generosos”, explica Lucas Gomes, Diretor de Ensino Superior do Quero Bolsa. “Um curso de Engenharia Mecânica, em Santo André, custa mais que R$ 1400,00 por mês, valor que restringe bastante o acesso ao ensino superior. Mas a plataforma oferece a mensalidade por menos que R$ 650,00”, enfatiza.

Conforme pico do período de matrículas, as instituições de ensino costumam oferecer bolsas de no máximo 70%, mas neste momento há vagas em São Paulo com 87% de redução nas mensalidades.

Vagas não preenchidas

Em São Paulo, segundo dados do Censo da Educação Superior 2018, 57.7% das vagas oferecidas no ensino superior não foram preenchidas. O índice de ociosidade está acima da média brasileira, 55,7%. De acordo com a análise feita pela Inteligência Educacional do Quero Bolsa, este é o maior nível de vagas não preenchidas da década.

Facilidade

Para ajudar o aluno a encontrar uma bolsa de estudo, o Quero Bolsa desenvolveu um aplicativo que funciona nas plataformas Android e IOS onde o estudante faz sua pesquisa e, caso não encontre a bolsa desejada, basta habilitar a notificação para receber um aviso assim que a bolsa estiver disponível. “Deste modo, a tecnologia ajuda o estudante a não perder a oportunidade de se matricular com uma bolsa de estudo que seja adequada a sua faixa de renda”, explica Gomes.

As bolsas de estudo reunidas pelo Quero Bolsa e disponíveis na plataforma são válidas durante todo o curso.

 

Cinco passos para conseguir sua bolsa de estudo na faculdade
Passo 1 – Acesse o site ou baixe o app

Acesse o site querobolsa.com ou utilize o app do Quero Bolsa disponível nos sistemas Android e iOS para encontrar a bolsa ideal. Não é necessário comprovar renda ou ter feito o Enem.

Passo 2 – Procure e selecione a bolsa de estudo por curso, faculdade, localização ou valor

Faça uma busca para encontrar o seu curso ideal presencial ou a distância (EaD), pelo preço que você pode pagar nas mensalidades, pela cidade onde mora e/ou a faculdade em que deseja estudar.

Passo 3 – Faça o cadastramento pelo site

Para conseguir a bolsa de estudo, é preciso efetuar a inscrição no site com seus dados pessoais ou dos pais ou responsável, em caso de menor de idade.

Passo 4 – Faça a pré-matrícula online

Se houver vagas disponíveis, você pode fazer a sua inscrição e aliás conseguir uma bolsa na hora. Após o pagamento da pré-matrícula, sua bolsa estará garantida.

Passo 5 – Efetive a matrícula na faculdade

Leve seu comprovante de pré-matrícula ou apresente seu número de CPF na faculdade para garantir sua vaga com desconto. Para efetuar a matrícula, basta usar a nota no Enem, fazer o vestibular da faculdade, ou usar a sua Nota Quero, o Vestibular Digital do Quero Bolsa. A bolsa é válida até o fim do curso.

 

Sobre o Quero Bolsa

O Quero Bolsa conecta alunos a instituições de ensino e oferece vagas e bolsas de estudo em cursos de Ensino Superior, Ensino Básico, Idiomas e Intercâmbio. Em um cenário em que apenas 15,7% dos adultos brasileiros concluíram a graduação, segundo dados do IBGE, ele cresce a passos largos e já gerou uma economia de mais de R$ 1,3 bilhão. Atualmente a plataforma conta com mais de 6 mil escolas parceiras. Aliás ao todo, 1.600 instituições de ensino superior, 2.500 de ensino básico, além de mais de 10 mil opções de cursos de idiomas e 50 mil de intercâmbio

 

 

Texto: Rede Alumni

Foto: Divulgação

Artigos Relacionados

Paratleta de São Caetano celebra Dia Internacional da Síndrome de Down com título nacional

Juliana Bontorim

Cine Carlos Gomes terá matinê de Carnaval no sábado

Juliana Bontorim

Artigo: Distanciamento social pós-crise estimula investimento inédito no Brasil

Juliana Bontorim
Carregando....

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Saiba Mais

Política de Privacidade & Cookies
error