22.8 C
São Paulo
sábado, 2 mar, 2024
Portal Big ABC by Juliana Bontorim
Big ABC

Aumento nos casos de meningite liga sinal de alerta nos pais para vacinas

Em meio ao crescimento nas ocorrências da infecção, a clínica andreense Amo Vacinas – Vila Gilda incentiva a vacinação

A meningite meningocócica é uma doença grave que pode levar ao óbito entre 24h e 48h e, recentemente, o número de incidências tem aumentado no Brasil. Em reportagem dada à CNN, o Ministério da Saúde registrou 8.877 casos e 886 mortes pela infecção em 2023, até o dia 12 de setembro.

Com caráter endêmico, a maioria dos casos atingem crianças e adolescentes. “As ocorrências não são raras. A doença ataca as meninges, três membranas que envolvem e protegem o encéfalo, a medula espinhal e outras partes do sistema nervoso, e é transmitida pelo ar e pelo contato com secreções das vias respiratórias”, ressalta Mariana Braguetto, enfermeira da andreense clínica Amo Vacinas Vila Gilda.

Os sinais e sintomas podem variar conforme a idade, mas em casos mais leves, os sintomas são dores de cabeça e febre, além de rigidez na região da nuca. É importante ressaltar que caso haja suspeita da infecção, é preciso procurar imediatamente o atendimento médico.

“A vacinação é a chave para prevenir a meningite. As vacinas meningocócica B e meningocócica ACWY  desempenham um papel fundamental na proteção contra a forma mais grave dessa doença”, conclui Braguetto. 

Confira abaixo os principais sintomas:

Nos bebês:

  • febre, mãos e pés frios (dificuldade de circulação);
  • baixa atividade (criança “derrubada”) ou irritabilidade, choro intenso e inquietação;
  • rigidez de nuca (dificuldade para flexionar a cabeça);
  • recusa alimentar – não aceita nada do que é oferecido;
  • gemência e sonolência, com dificuldade para despertar;
  • manchas vermelhas na pele;
  • convulsões;
  • fontanela abaulada (moleira abaulada);
  • vômito e diarreia.

Nas crianças maiores, adolescentes e adultos:

  • febre alta;
  • dor de cabeça;
  • vômitos, muitas vezes em jato;
  • rigidez de nuca (dificuldade para flexionar a cabeça);
  • sonolência;
  • convulsões;
  • dor nas articulações;
  • aversão à luz.


Sobre a Amo Vacinas – Vila Gilda

Localizada à andreense Av. Portugal, 1208, a clínica de vacinação Amo Vacinas – Vila Gilda oferece atendimento lúdico e humanizado, técnicas e dispositivos para alívio da dor, aferição de pressão, serviços de ambulatórios, aplicação do primeiro brinquinho e vacinação para todas as idades. Os atendimentos são de segunda a sexta, das 8h às 18h, e aos sábados, das 9h às 14h. Além disso, a prevenção pode ser feita também pelo serviço de vacinas delivery, por meio do contato 11 4438-8975, ou WhatsApp 11 91716- 4986. 

Artigos Relacionados

Associação promove palestra gratuita para empreendedores

Juliana Bontorim

Ribeirão Pires inicia instalação de escultura em homenagem à Nossa Senhora do Pilar

Juliana Bontorim

Festival Gastronômico garante mais de 100 opções culinárias e começa neste domingo

Juliana Bontorim
Carregando....

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Saiba Mais

Política de Privacidade & Cookies
error