19.6 C
São Paulo
segunda-feira, 20 maio, 2024
Portal Big ABC by Juliana Bontorim
Colunista Pedro Irie Filmes Principal

Contém Geek by Pedro Irie: Velozes, furiosos e seus absurdos

#cheers #hellofolks

Hobbs e Shaw estrearam nos cinemas. Relembre os filmes da franquia mais insana da cultura pop atual

  O primeiro Velozes e Furiosos era sobre uma gangue que usava carros tunados para roubar aparelhos de DVD e disputavam rachas nas noites de Los Angeles. Os personagens centrais eram Dominic Toretto (Vin Diesel) e o policial infiltrado Brian O’Conner (Paul Walker). Lançado em 2001, o filme trazia a cultura dos carros tunados e os rachas ilegais de rua.

Em 2003, estreou o segundo filme +Velozes +Furiosos, o cenário mudou e atravessou os Estados Unidos para chegar nas ruas de Miami. A trama girava em torno de um traficante de drogas que usava carros tunados para transportar seu dinheiro sujo. Vin Diesel não retornou para este segundo filme e Paul Walker contou com a companhia de Tyrese Gibson para pilotar os possantes pelas ruas de Miami.

Na tentativa de renovar a franquia, os produtores decidiram levar suas corridas de rua para o Japão e, em 2006, lançaram Velozes e Furiosos: Desafio em Tóquio. Agora as corridas tinham que ser vencidas no drift, técnica que consiste em derrapar nas curvas sem perder o traçado e sair em alta velocidade nas retas. A história consistia em correr por montanhas cheias de curvas para se livrar de uma dívida com traficantes da máfia Yakuza. Vários personagens foram introduzidos neste filme, mas somente um voltou para os outros filmes: o piloto Han. Que curiosamente morre numa explosão, mas ressurge em mais três filmes da série, porque a cronologia de Velozes e Furiosos é uma bagunça só. 

Depois de fazer uma pequena ponta em Desafio em Tóquio, Vin Diesel percebeu que a série Velozes e Furiosos ainda tinha muita gasolina para queimar e, decidiu se tornar produtor e ator principal do quarto filme. Então, em 2009 chegou aos cinemas Velozes e Furiosos 4. Paul Walker também volta e, agora é um agente do FBI investigando um traficante internacional que utiliza carros fuçados para cruzar a fronteira do México por túneis subterrâneos. Dominic Toretto está de volta em Los Angeles para vingar a morte de sua namorada (Michelle Rodriguez), que morreu trabalhando infiltrada no Cartel. Mas, como a cronologia de Velozes e Furiosos é uma bagunça só, a namorada não morreu de verdade e volta a aparecer em mais três filmes. 

Em 2011, a trupe de Vin Diesel aterrissou no Brasil e causou grandes confusões no Rio de Janeiro no filme Velozes e Furiosos 5: Operação Rio. Desta vez a trama é sobre dar um golpe em um traficante de drogas e com a ajuda do agente especial Hobbs (Dwayne Johnson), que faz sua estreia no Universo de Velozes e Furiosos, roubar o dinheiro do chefão do crime carioca arrastando um cofre pela ponte Rio-Niterói. A partir daqui, a franquia abraça de vez  sua vocação para o absurdo e a insanidade das cenas de ação começam a se tornar característica recorrente da série.

A turnê mundial de Velozes e Furiosos chegou no Reino Unido em 2013 com o título de Velozes e Furiosos 6. A turma toda se reúne para combater o vilão Owen Shaw (Luke Evans) e resgatar a namorada de Dominic Toretto, que voltou depois de ter morrido no quarto filme. Como disse, a vocação para o absurdo é marca registrada da série. 

Uma tragédia na vida real tirou a vida de Paul Walker e mesmo tendo gravado grande parte do sétimo filme, a produção precisou refazer seu rosto digitalmente para que pudesse concluir e lançar Velozes e Furiosos 7, em 2015. Aqui somos introduzidos a Deckard Shaw (Jason Statham) irmão de Owen Shaw, que busca vingança contra Toretto e sua equipe pelo que fizeram no filme anterior. A cena final da despedida de Brian arrancou lágrimas de muita gente por aí. 

Depois de enfrentar traficantes mundo afora os produtores se viram forçados a mudar a temática dos vilões e trouxeram Charlize Theron para interpretar a hacker Cipher no filme de 2017 Velozes e Furiosos 8. Os absurdos sobre rodas passam por Nova York e o mar de Barents onde os mocinhos enfrentam um Submarino Nuclear e por aí vai. 

A insanidade do universo de Velozes e Furiosos chega ao seu nono filme trazendo personagens que conquistaram a simpatia do público nos últimos filmes e sem Vin Diesel na produção ou no elenco. Quem encabeça a película agora é Dwayne Johnson e Jason Statham, que voltam aos papéis de Hobbs e Shaw, e vão se aventurar numa trama que envolve engenharia genética e uma ameaça que põe em risco todo o futuro da humanidade. Pra quem começou roubando aparelhos de DVDs isso tomou proporções insanas.

Texto: Pedro Irie

Foto: Divulgação

Artigos Relacionados

Semasa abre inscrições para atividades on-line de educação ambiental

Juliana Bontorim

Moradores de São Bernardo inauguram mural artístico

Juliana Bontorim

Drive-thru da Solidariedade em São Caetano tem novos endereços

Juliana Bontorim
Carregando....

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Saiba Mais

Política de Privacidade & Cookies
error