22.8 C
São Paulo
sábado, 2 mar, 2024
Portal Big ABC by Juliana Bontorim
Big ABC Diadema Principal

Coordenadorias da Mulher e da Juventude promovem palestra para estudantes

As Coordenadorias de Mulheres e de Juventude realizaram na sexta-feira (16) palestra sobre desigualdades de gênero e violência doméstica para alunos da EE Profª Rosa Inês Bornia Moreira, no bairro Eldorado, região de divisa entre Diadema e São Paulo. A atividade integrou ação ‘Rosa Inês de Portas Abertas’, iniciativa da escola que visa aproximar a comunidade escolar e do entorno dos serviços públicos existentes, a fim de conscientizar as pessoas sobre seus direitos.

Debate

A coordenadora de Mulheres, Cleone Santos, e a coordenadora de Juventude, Rafaela Boani, apresentaram um vídeo que demonstrava uma dinâmica familiar para representar como o ciclo de violência muitas vezes se perpetua nas famílias. Também discutiram com os presentes, cerca de 20 adolescentes entre 13 e 16 anos, sobre suas percepções e sentimentos com relação ao vídeo. A coordenadora da Casa Beth Lobo, Amanda Pankararu, também falou sobre ciclos de violência doméstica e mostrou os serviços que o município oferta para as vítimas. A promotora legal popular, Leda Silva, também integrou a atividade.
Para a aluna do 1º ano do ensino médio, Beatriz Pereira Almeida, 15 anos, palestra foi muito proveitosa. “Gostei muito. Foi a primeira vez que participei de um evento como esse acho importante manter esse diálogo com os jovens”, afirmou.
Cleone destacou que ações assim são como sementes plantadas, mas que o contato com a juventude e as formações sobre gênero e violência doméstica devem ser realizadas de forma permanente. “É importante que a gente alcance cada vez mais escolas e cada vez mais adolescentes e famílias”, pontuou. “É como a Cleone disse, um primeiro contato, uma semente que a gente planta. Foi uma atividade muito positiva”, completou a coordenadora de Juventude, Rafaela Boani.
Uma das coordenadoras de gestão pedagógica da escola, Ana Lídia de Oliveira Aguiar explicou que atividades buscam, também, trabalhar o socioemocional dos estudantes. Ainda mais nesse período de retomada das aulas presencias depois dos momentos mais críticos da pandemia de Covid-19. “Fortalecer a comunidade e os seus vínculos com os serviços públicos”, concluiu.

Além disso, Escolas interessadas em promover formações semelhantes à realizada pelas coordenadorias de Mulheres e de Juventude  podem entrar em contato pelo telefone 4057-7925.

Da Redação.
Fotos: Adriana Horvath

Artigos Relacionados

Encontro multicultural celebra Consciência Negra

Juliana Bontorim

Edição especial de 15 anos abrilhanta projeto MercCuca

Juliana Bontorim

Santo André abre inscrições para curso de empreendedorismo feminino

Juliana Bontorim
Carregando....

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Saiba Mais

Política de Privacidade & Cookies
error