23.4 C
São Paulo
quarta-feira, 28 fev, 2024
Portal Big ABC by Juliana Bontorim
Big ABC Principal

Acolhida da Casa Ronald McDonald ABC recebe alta em tratamento

A Casa Ronald McDonald ABC atua na região há 16 anos, completados neste mês de abril (11), com o intuito de oferecer apoio e acolhimento para crianças, adolescentes e suas famílias de diversas partes do país durante período de tratamento oncológico nos hospitais da Grande São Paulo.
Acolhida da Casa Ronald McDonald ABC Esse foi o caso de Estefhani Ataíde Ferreira, de 17 anos, moradora do Macapá, capital do estado do Amapá na Região Norte do Brasil. Desde 2017, ela vem à São Paulo para se tratar. A jovem passou por uma cirurgia, mas comentou que não foi necessário quimioterapia “Eu vim para cá com 11 anos e desde 2017 eu tô vindo para a Casa Ronald. Vai fazer 6 anos que eu tô em tratamento vindo para cá. E sempre bem recebida”, disse.
Recentemente, Estefhani Ferreira recebeu alta e, dessa maneira, não será mais necessário retornar à Casa.

Acolhimento

Emocionada e grata, relembra a experiência na Casa Ronald McDonald ABC em um período delicado de sua trajetória pessoal. “Primeiramente eu quero agradecer a Deus. E depois, às pessoas da Casa Ronald que me acolheram, que no pior momento da minha vida, no momento mais difícil, eles estavam do nosso lado. Enquanto eu pensava que nós estávamos sozinhos, eles sempre estiveram do nosso lado nos ajudando, trazendo alegria para a nossas vidas, nos recebendo bem, nos acolhendo bem. E hoje, a minha palavra para as pessoas da Casa Ronald que ficam à frente de tudo é gratidão”, compartilhou
Agora Estefhani inicia um novo capítulo em sua história após vencer um tumor abdominal, cuja taxa de cura é de 64% no Brasil e 40% no Macapá, seu município de origem. Tal porcentagem aponta como sua vinda à São Paulo para realização do tratamento colaborou com a melhora.

Conexões

Além disso, ela ressalta que vive um misto de emoções, com a alegria por ter alta em seu tratamento, mas a saudade que ficará das pessoas que conheceu durante suas vindas à Casa. “Eu tô ao mesmo tempo muito feliz porque eu tô indo, com saúde, bem, que eu não vou precisar voltar. E triste porque eu gosto muito das pessoas daqui. E é isso, faz parte da minha história, faz parte do meu tratamento, de tudo o que eu vivi. As pessoas vão deixar muita saudade e eu tô mais emocionada por não voltar mais porque eu já estava até acostumada a vir, a ver as pessoas aqui (…). Mas eu espero um dia ter a oportunidade de voltar para matar a saudade, para ver as pessoas aqui novamente”.
Esse sentimento de proximidade e carinho que os pacientes sentem integra a premissa da Casa Ronald McDonald ABC. “Para gente é uma imensa alegria ter esta notícia. Nossa dedicação é para que isso ocorra mais e mais”, destaca Leila Lopes, Diretora da Casa Ronald McDonald ABC.

Sobre a Casa Ronald McDonald ABC

Tendo seu propósito de ser uma “casa longe de casa”, o espaço conta com assistência completa, estrutura desenvolvida para amparar as crianças e adolescentes. Além de serviços de hospedagem para paciente e acompanhante, refeições, transporte para os hospitais, assistência social, recreação e fisioterapia. Tudo é oferecido de forma completamente gratuita.

Da Redação.
Imagens: Divulgação

Artigos Relacionados

Um ano de nova gestão: VIP TELECOM comemora 100% de aumento em base de clientes

Juliana Bontorim

Cidade inaugura novo sistema viário com 600 metros de extensão

Juliana Bontorim

Encontro de Amigos Corinthianos agita Baby Beef Jardim em Santo André

Juliana Bontorim
Carregando....

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Saiba Mais

Política de Privacidade & Cookies
error